Pular para o conteúdo principal

Uma História de Amor Eterno

"O amor de Deus não é simplesmente infinito: é eterno. Infinito é algo que não é finito; tem início, mas não tem fim. O eterno não tem início e nunca terá fim."

Desde a eternidade existe Deus. Ele é o único merecedor de louvor e adoração; nunca se viu ninguém igual a Ele. Tem todo o poder, toda a sabedoria, pode estar em todos os lugares ao mesmo tempo. Simplesmente incomparável.

Esse mesmo Deus é muito criativo. Podemos dizer que a maior expressão da sua criatividade seria a criação da Terra, e de tudo o que nela há. Simplesmente do nada Ele criou a luz - ninguém disse a Ele como deveria ser a luz, e antes disso a luz nunca havia existido. Mas Ele a criou, e também o céu, a terra, o mar, as nuvens, árvores e todo tipo de plantas, animais de toda a espécie, de todos os tipos. Todos eles o louvavam, e ainda louvam, simplesmente fazendo o que lhe foi conferido fazer. Quando um pássaro canta, ou o vento surge e desaparece, ou as ondas se erguem e logo depois se difundem novamente ao mar, ou quando cai a chuva e depois novamente surge o sol com todo o seu brilho - tudo isso anuncia que há alguém digno de toda esaa perfeita adoração. E esse alguém é Deus.
Mas havia algo maior.

Deus decidiu criar alguém como Ele. Do pó da terra começou a formar algo. Tinha braços, pernas, cabeça, olhos, nariz, boca - não só isso, mas dentro dele tinha um cérebro, um coração, ossos, músculos, órgãos e sistemas. Até sangue tinha.
Tudo isso só do pó da terra.
Mas ainda assim faltava o principal nele: vida.

Deus sopra em suas narinas o fôlego de vida. A sua criação, o homem, ganha uma alma vivente, e também um espírito, para poder ter comunhão com Deus. Também deu outra coisa importante: livre arbítrio. Ele poderia ter feito um robô, ou um homem mesmo, mas sem sentimentos, e que fizesse tudo o que Ele mandasse.
Mas não era isso o que Ele queria. Ele queria alguém com quem se relacionar, alguém que pudesse ser alvo do seu eterno amor, e que O amasse também, não porque foi programado para isso, mas por uma livre escolha.
Deus pôs o homem em um jardim, e lhe entregou os cuidados dele. Deu somente uma ordem, que o homem estava disposto a seguir.

E mesmo quando o homem se sentiu sozinho, Ele não sentiu ciúmes: a partir de uma das suas costelas, criou a sua ajudadora: a mulher.

Tudo corria muito bem: o homem cuidava do jardim, e em todos os finais de tarde o próprio Deus descia ao jardim para conversar com ele e a mulher - Deus sabia que o homem não podia subir até ele.
Até que, sendo enganados pela serpente, homem e mulher pecam. Erram o alvo, saem do plano para o qual foram traçados. Se rebelam contra aquele que mais os amava.

O curioso é saber que Deus continuou os amando mesmo assim. No mesmo dia prometeu a redenção. Os tempos se passaram e Deus chamou um povo para ser o seu povo. Estabeleceu um sacrifício - de um cordeiro imaculado e sem defeito - que cobriria os pecados dos seus servos.
Mas ele ainda visava algo maior. Confirmava a promessa de que a redenção completa ainda estava por vir.

Aquilo era só o início, uma figura. Deus, em sua maior prova de amor pelo homem, decide se tornar homem. Viver como homem, sofrer como homem, e morrer para pagar a dívida do homem. Agora os pecados não seriam cobertos - seriam eliminados.
O Filho, Jesus Cristo, sofre a pior condenação: a de morrer crucificado. Sendo exposto ao ridículo e vendo cada uma das suas gotas de sangue caindo ao chão.

Poderia ter desistido? Sim, claro. Mas não o fez. Simplesmente por amor à pessoas que não estavam nem aí para ele. Deus queria reestabelecer aquela comunhão de antes, porque ainda amava o homem, e desejava que ele fosse alvo de seu amor. Desejando que o homem correspondesse, podendo decidir entre amá-lo e rejeitá-lo - mas, mesmo assim, decidindo amá-lo.

Jesus morre mas, após três dias, ressuscita. Agora sim, o homem podia novamente se achegar a Deus, não por boas obras, mas por obra da graça. E, além disso, agora tinha uma esperança: de que Ele voltaria para buscar todos aqueles que o amassem e o servissem, para levá-los ao céu, para viverem eternamente com Ele.

Lindo, não é?
Mas infelizmente o homem ainda é falho por causa do pecado. Alguns vivem em uma relação do mais puro amor com Deus mas, de vez em quando, quebram a comunhão. Algumas vezes, sem nem perceber; já outras, descaradamente. O homem, apesar de tudo isso, trai Deus. Vira as costas para Ele, e muitas vezes duvida da sua existência!

Mas mesmo assim Deus continua o amando.

Você se diz crente, e mesmo assim peca como se Ele não existisse.
Ele ainda te ama, e ainda quer ter comunhão com você.
Mas será que você quer tanto quanto diz? Não se pode ser a noiva de Cristo tendo um caso com o pecado.
A hora de Cristo voltar já está bem perto. Ele quer viver eternamente com você. Mas, se você continuar vivendo desse jeito, eu não posso garantir que você vá passar a eternidade do melhor jeito.
Não basta dizer que o ama - sua vida precisa dizer isso. Do mesmo jeito que Jesus é a declaração do amor de Deus por você, sua vida deve ser uma declaração de amor para Ele.
Já pensou nisso?

Decida viver para Deus. Mas decida logo. Porque melhor do que ser amado por Deus, é poder desfrutar plenamente do amor dele.

Comentários

  1. nossa, Deus nos ama tanto, as vezes não me acho digna desse amor tão grande-

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Se você gostou desse post, tem alguma coisa a acrescentar ou quer tirar alguma dúvida, não tenha vergonha de falar com a gente! Vamos ler o seu comentário com todo o carinho do mundo. *-*
Porém...
Se você for divulgar o seu blog, a página de Parcerias ali em cima existe especialmente para isso. ;)
E se for para escrever algo que não convenha a nós, cristãos (inclui ofensas, palavrões e coisas vulgares), tenha total certeza de que o seu comentário será excluído. ;)

Postagens mais visitadas deste blog

Elias Escassos - Cavando a Valeta

Nome esquisito esse do título né? Mas é isso mesmo u.u
Paz do Senhor, boa tarde gente! Tudo bom com vocês?
I'm happy :) :) :) #kessi
Hoje eu tenho mais do que pouquíssimo tempo para escrever, e talvez o post fique até pequeno, então, vamos ao post! (Nossa, quanto tempo que eu fiquei sem dizer isso, que emoção)
"...depois fez um rego em redor do altar, segundo a largura de duas medidas de semente. [...] de maneira que a água corria ao redor do altar, e ainda até o rego encheu de água."1 Reis 18:32,35
E mais analogia, mais comparação... Novamente Elias, o profeta do Senhor, com mais 850 profetas profanos no monte Carmelo, o povo reunido querendo saber se realmente ia cair fogo do céu, o altar já reconstruído, e então Elias decide começar a cavar um rego em volta do altar. Muito normal... E o que seria esse tal de rego?
Os dicionários dizem: "Pequena vala que se abre na terra para escoamento de águas". É simples, quando o agricultor vai plantar alguma coisa, ele não sai jo…

Batismo nas águas

Algumas pessoas falam sobre o batismo, assistiram a batismo, outros até já foram batizados, mas ainda não sabem o seu verdadeiro significado. Primeiro que tudo quero começar por dizer que o batismo é um mandamento de Jesus.


É UM MANDAMENTO DE JESUS


Na Bíblia, no livro de Marcos, capítulo 16 e versículos 15 e 16 podemos ler o que o próprio Jesus disse:


- "Então ele disse: Vão pelo mundo inteiro e anunciem o evangelho a todas as pessoas. Quem crer e for batizado será salvo; mas quem não crer será condenado"


JESUS TAMBÉM FOI BATIZADO - para em tudo ser o nosso exemplo.


Mateus 3:13-15 - " Naqueles dias, Jesus foi da Galiléia até o rio Jordão a fim de ser batizado por João Batista. Mas João tentou convencê-lo a mudar de ideia, dizendo assim: Eu é que preciso ser batizado por você, e você está querendo que eu o batize? Mas Jesus respondeu: Deixe que seja assim agora, pois é dessa maneira que faremos tudo o que Deus quer. E João concordou."


OS DISCÍPULOS TAMBÉM PRATICAVAM…

O Fruto do Espírito: A Temperança

"Mas o Fruto do Espírito é: caridade, gozo, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fé, mansidão, temperança. Contra estas coisas não há lei." Gálatas 5.22,23 
(Internet voltou ao normal, então...) BOM DIA PESSOAS! Minha pessoa está muito feliz, porque DEUS É MUITO PERFEITO! HAHA, essa semana é uma semana boa, até porque meu amigo Eryk fez aniversário e ficou doidão quando eu dei meu presente pra ele, #LOL! Enfim, comecemos a falar sobre a temperança (: (P.S. Nossa, chegamos rápido ao final '-')
O que é temperança? Você pode ver vários versículos na Bíblia, pesquisar o significado no dicionário, ou até mesmo ver o significado na sua Bíblia de Estudo; se você fizer isso, vai concordar plenamente com o que eu vou dizer. Temperança significa moderação, auto-controle, domínio próprio, equilíbrio e (as melhores) sobriedade e prudência.
Assim já fica bem mais fácil saber o que Paulo queria nos dizer quando mencionou a temperança no Fruto do Espírito. "Mas vocês, irm…